fbpx

Linguagem Corporal dos Idosos: Conheça as Mudanças

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Muitas coisas impróprias acontecem conosco à medida que envelhecemos. Começamos a perder a audição, a visão, a memória, os cabelos. Geralmente todo o nosso corpo começa a mudar. A linguagem corporal dos idosos não é diferente.

linguagem corporal idosos

Algumas das mudanças são bem-vindas, como a sabedoria que recebemos de nossas experiências ao longo dos anos. Já as mudanças físicas, tentamos evitar ou adiar com cremes, loções, pílulas e outras medidas preventivas aleatórias. A mídia continua a nos vender o exagero de que mais jovem é melhor e que se deve “desafiar” sua idade o máximo possível. Novas informações nos encorajam a abraçar nossa idade e amar todos os anos que nos trouxeram o amor, a sabedoria e as experiências de nossa vida.

Uma coisa que não podemos mudar à medida que envelhecemos, no entanto, é nossa linguagem corporal.
Ao longo de sua vida, sua linguagem corporal torna-se parte de como você se comunica com os outros. Existem algumas “regras” gerais para a linguagem corporal, mas, na maioria das vezes, cabe totalmente ao indivíduo quais mensagens enviar com sua comunicação não verbal.

Uma das ferramentas mais poderosas da linguagem corporal, não importa a idade, são os olhos. Você pode dizer muito sobre uma pessoa simplesmente olhando em seus olhos. A maneira como usamos nossos olhos pode dizer muito sobre o significado por trás da mensagem verbal. Surpreendentemente, uma grande variedade de emoções pode ser transmitida apenas pelos olhos. À medida que avançamos na idade, pode se tornar mais fácil usar nossos olhos para dizer coisas que não estamos realmente dizendo com nossa fala.

linguagem corporal idosos

Aprendemos como permanecer calmos e olhar diretamente nos olhos das pessoas a quem nos dirigimos. O contato visual direto, seja dirigindo-se a um público ou respondendo a uma pergunta de um indivíduo, indica aos outros o seu nível de confiança. Encarar, no entanto, deve ser evitado, se possível, uma vez que envia mais uma ameaça ou desafio do que uma mensagem de interesse genuíno. Se você não consegue olhar nos olhos de alguém, a mensagem que envia é que está sendo rude, entediado ou desinteressado. As pessoas mais velhas aprenderam a controlar o olhar e a deixar de ter olhos “evasivos” que olham muito ao redor; um sinal potencial de desonestidade. A linguagem corporal dos idosos é então nesse ponto mais eficiente.

À medida que envelhecemos, outra parte importante de nossa linguagem corporal é afetada: nossa postura. Você pode dizer muito sobre uma pessoa apenas pela maneira como ela se comporta. Os idosos podem ter desenvolvido uma curvatura sutil na coluna vertebral que os faz dobrar ligeiramente em sua postura. Isso não deve ser interpretado como um sinal de qualquer tipo ao tentar ler sua linguagem corporal. Em vez disso, observe como a postura deles muda de um ponto da conversa para outro. Se sua postura é geralmente tão reta quanto possível, com a cabeça erguida e sorrindo, eles estão mostrando confiança, calor e sinceridade. Normalmente, andar desleixado ou com a cabeça baixa pode indicar que você se sente estranho em uma situação. Essas mudanças em nossa postura à medida que envelhecemos não devem ser interpretadas como parte da linguagem corporal dos idosos.

Apertos de mão são outra forma de linguagem corporal que pode ser afetada pelo avanço da idade. Ao conhecer novas pessoas, um aperto de mão firme mostra que você é confiante, confiável e genuíno. Os idosos geralmente não conseguem segurar com firmeza e devem receber um aperto de mão mais leve. Isso não deve, de forma alguma, ser uma medida de suas habilidades físicas, mas, em vez disso, deve ser interpretado junto com outras formas de comunicação não-verbal. Um aperto de mão mole pode fazer você parecer fraco e reservado para os outros, no entanto, não é necessariamente o caso com pessoas mais velhas. O melhor tipo de aperto de mão, não importa sua idade, é aquele que não é muito forte, mas segure a mão da outra pessoa por alguns segundos de maneira calorosa e amigável.

Como nos movemos quando envelhecemos? Nos primeiros estágios do envelhecimento, perdemos a “elasticidade do passo” que poderíamos ter tido e nossa energia diminui. Não deixe que esses elementos enviem ideias erradas por meio de sua linguagem corporal. Pés se arrastando, semelhantes aos ombros caídos, podem indicar que você está cansado e sem energia. Na pior interpretação deles, você pode parecer desmotivado ou sem interesse. Faça um esforço concentrado para dar passos enérgicos completos que são determinados pela natureza. Mesmo se você for mais velho, pode optar por dar passos pequenos e embaralhados ou passos intencionais. O último mostra que você tem um foco direto tanto em sua caminhada quanto em seu pensamento.

Há uma série de comunicações não verbais que fazemos ao longo de uma conversa. No entanto, não precisamos permitir que nossa idade ou limitações físicas enviem esses sinais para nós. A prática diária e os exercícios, de acordo com as nossas habilidades, são excelentes para prolongar o tempo que a linguagem corporal leva para ser afetada pela idade.

Créditos: Tonya Reiman (artigo traduzido de BodyLanguageUniversity.com)

Veja outros conteúdos

regras de etiqueta profissional

18 Regras de Etiqueta Profissional

Você já ouviu falar em regras de etiqueta profissional? Nem todo mundo já ouviu falar nelas, mas elas existem e devem ser

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima

MINI-CURSO GRATUITO!

APRENDA COMO SER MAIS ELEGANTE E CONFIANTE

O GUIA ABSOLUTAMENTE COMPLETO COM 7 SEGREDOS QUE NINGUÉM TE CONTA

MINI-CURSO GRATUITO!

APRENDA COMO SER MAIS ELEGANTE E CONFIANTE

O GUIA ABSOLUTAMENTE COMPLETO